Última hora
This content is not available in your region

Fikos mistura Mitologia grega e iconografia bizantina com arte de rua

Access to the comments Comentários
De  Patricia Tavares
euronews_icons_loading
Fikos mistura Mitologia grega e iconografia bizantina com arte de rua
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Uma mistura de Mitologia grega e iconografia bizantina, com graffitis e arte de rua. É assim que o artista ateniense Fikos retrata como a Pandemia misturou emoções e obrigou pessoas de todo o mundo a criar raízes. De Banguecoque, até Rabat, passando por Zurique, Fikos pintou paredes de muitas cidades, mas agora está em Chipre a dar pinceladas de cor às fachadas desbotadas pelo sol de Nicósia.

Este mural está a retratar Amaracus. É uma figura da mitologia cipriota. Era suposto ser um jovem que fazia perfumes para a deusa Afrodite. Foi castigado pelos deuses e transformado numa planta. E acho-o muito interessante porque achei que era a semelhança entre o tema e a situação que vivemos no último ano e meio com a pandemia.
Fikos
Neo-muralista

São murais de beleza única que evocam cenas de antigas civilizações gregas e reinterpretam a era moderna atrav és de cenários históricos. E são o resultado da experiência de Fikos dentro e fora de portas: como iconógrafo em igrejas cristãs ortodoxas e como grafittiter nas ruas do mundo. Considerado um "neo-muralista", depois da nova realidade sanitária, Fikos interpreta o mundo num estilo "neorrealista".