Última hora
This content is not available in your region

Ursula von der Leyen em entrevista exclusiva à euronews no G7

De  euronews
euronews_icons_loading
Ursula von der Leyen em entrevista exclusiva à euronews no G7
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Uma união renovada depois das divisões da era Trump, a necessidade de uma frente unida nas relações com a China e com a Rússia - e, finalmente, o respeito pelo protocolo do Brexit e o tema da Irlanda do Norte. A Euronews falou em exclusivo com a Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

No G7, a confiança está de volta. Partilhamos os mesmos pontos de vista. Partilhamos os mesmos interesses, os mesmos valores e estamos determinados a assumir a nossa responsabilidade para moldar a transformação que temos de atravessar, em direção a uma sociedade e a uma economia mais verdes e mais digitais. É este o ponto de partida.
Ursula von der Leyen
Presidente da Comissão Europeia

Jack Parrock, euronews: Passando para a China - está a anunciar uma espécie de projeto de infraestrutura competitivo entre os países do G7, para competir com a iniciativa "Belt and Road" implementada pela China no Norte da África, na América Latina e em todo o mundo para tentar exportar os seus produtos. Pode dizer-nos do que se trata exatamente e será que pode antagonizar a China?

Discutimos intensivamente que é importante avançar com esta iniciativa de conectividade e garantir que temos o melhor modelo e o mais convincente. Enquanto enorme poder económico - o maior, como o G7 - é importante convencer os nossos parceiros: connosco o investimento vem sem compromissos e sem vínculo... Em comparação com a China.
Ursula von der Leyen
Presidente da Comissão Europeia

Jack Parrock, euronews: Estamos no Reino Unido, ainda há um grande conflito entre o governo britânico e a UE sobre o protocolo da Irlanda do Norte que tem vindo a ensombrar um pouco algumas discussões aqui. Em que altura é que a UE, desiste de tentar persuadir os parceiros britânicos a manterem o seu acordo e tenta encontrar outra forma de o fazer?

Agora, uma coisa é primordial para nós: a paz e a estabilidade na ilha da Irlanda. E o respeito pelo "Acordo da Sexta-feira Santa"(Acordo de Belfast). Demonstrámos muita flexibilidade. Esperamos que os nossos amigos britânicos mostrem a mesma flexibilidade e que apenas façam o seu trabalho e implementem o que acordámos. É a única solução para resolver as questões relacionadas com um Brexit na ilha da Irlanda. E é uma boa solução. Por isso, devemos avançar agora.
Ursula von der Leyen
Presidente da Comissão Europeia