EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Presidente eleito do Irão manda recados aos EUA e à Europa

Presidente eleito do Irão manda recados aos EUA e à Europa
Direitos de autor Vahid Salemi/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Vahid Salemi/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Anelise Borgeseuronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente eleito do Irão diz que não vai negociar o acordo nuclear "pelo prazer de negociar", mas que vai apoiar "qualquer negociação que seja benéfica". Estas declarações foram feitas na primeira conferência de imprensa de Ebrahim Raisi, depois da vitória nas presidenciais.

PUBLICIDADE

O presidente eleito do Irão diz que não vai negociar o acordo nuclear "pelo prazer de negociar", mas que vai apoiar "qualquer negociação que seja benéfica". Estas declarações foram feitas na primeira conferência de imprensa de Ebrahim Raisi, depois da vitória nas presidenciais.

"Quão importante é para a sua administração ressuscitar o Plano de Ação Conjunto Global e qual é a sua mensagem para os Estados Unidos e para os países europeus?", questionou a enviada especial da Euronews ao Irão, Anelise Borges.

"Os países da América e da Europa devem considerar como agiram em relação ao acordo nuclear. A América violou o acordo e os europeus não cumpriram as suas promessas. Anuncio aos Estados Unidos, que, de acordo plano de ação, eram obrigados a remover todas as sanções, mas não o fizeram. Voltem e cumpram os seus compromissos. E para os europeus, não se coloquem sob as pressões e a política externa dos Estados Unidos. Cumpram as suas promessas no Plano de Ação Conjunto Global", respondeu Ebrahim Raisi. 

Os países que assinaram o acordo nuclear com o Irão, designado por Plano de Ação Conjunto Global, reuniram-se na capital austríaca no domingo e os negociadores disseram estar mais perto de um entendimento, mas ainda haver pontos críticos a ultrapassar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bielorrússia e Irão estreitam laços enquanto mantêm apoio à Rússia

Novo presidente iraniano vai reforçar saúde

Iraniano julgado em Estocolmo por crimes de guerra