Última hora
This content is not available in your region

Confinamento total provoca fuga desordenada

De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Milhares de pessoas tentaram fugir de Daca antes do confinamento total
Milhares de pessoas tentaram fugir de Daca antes do confinamento total   -   Direitos de autor  Munir Uz zaman / AFP
Tamanho do texto Aa Aa

O Bangladesh vai implementar um apertado confinamento a partir de quinta-feira. A medida para tentar conter o atual agravamento da Covid-19 no país esteve prevista para esta segunda-feira, mas foi revista este sábado e apenas será implementada totalmente a 1 de julho.

O anúncio do confinamento total para esta segunda-feira levou milhares de pessoas a tentar fugir da capital, Daca, antes da entrada em vigor das apertadas restrições.

A aglomeração de pessoas não teve em conta as recomendações de distanciamento social para prevenir eventuais contaminações. Muitos também não usavam máscara de proteção.

Em relação às medidas do governo, no entanto, esta segunda-feira vão começar a ser implementadas apenas algumas restrições e o confinamento total irá começar a partir de quinta-feira e durante pelo menos sete dias, noticiou o jornal local "Dhaka Tribune", citando uma reunião do executivo liderada pelo ministro do Interior, Asaduzzaman Khan.

As pessoas vão ficar proibidas de sair de casa exceto em casos de emergência. Os serviços públicos, incluindo os transportes, vão parar, e apenas algumas fábricas essenciais para a exportação deverão manter-se ativas.

O governo fez saber ainda que desta vez agentes da polícia e guardas fronteiriços vão fiscalizar o cumprimento das restrições e, se houver necessidade, também o exército será mobilizado.

A propagação do SARS-CoV-2 pelo Bangladesh tem sido galopante nas últimas semanas. A 15 de maio, a atualização diária referia o registo de 261 novas infeções e 22 mortes.

Nesta última sexta-feira, o balanço foi de 5.869 novas infeções e 108 mortes, o segundo pior registo diário de óbitos no Bangladesh desde o início da pandemia.

Na atualização deste sábado, as autoridades de saúde do Bangladesh registaram mais 77 mortes e 4.334 novas infeções em 24 horas no quadro da Covid-19.

No total, o Bangladesh soma mais de 883 mil casos confirmados, incluindo 14.053 óbitos.