Última hora
This content is not available in your region

Jeff Bezos "parte" da Amazon para o espaço

De  Nara Madeira com AFP, AP
euronews_icons_loading
Jeff Bezos "parte" da Amazon para o espaço
Direitos de autor  Patrick Semansky/Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, deixou de ser diretor-geral da empresa, esta segunda-feira. O objetivo é concentrar-se em projetos pessoais.

Aos 57 anos, Bezos fez fortuna com a gigante do comércio eletrónico. A Forbes considera-o o homem mais rico do mundo. Ao fim de 27 anos, Bezos passa a Presidente executivo da Amazon, continua a ser o maior acionista, com uma grande margem, enquanto se lança noutras aventuras.

Andy Jassy, que era o número dois, é o homem que se segue na liderança. Uma passagem de testemunho que acontece no dia que marca o nascimento da empresa, que acontecia a cinco de julho de 1994.

A Amazon vive um momento de grande crescimento, impulsionado pela pandemia de Covid-19, que aumentou, exponencialmente, as vendas online. Ao mesmo tempo essa expansão não passa ao lado dos reguladores que a têm na mira. É acusada de tratar os seus funcionários como se fossem máquinas.

Mas não era com a Amazon que Bezos sonhava em criança. Ela foi um meio para atingir um fim: partir para o espaço. Espera-se que o sonho se cumpra, a 20 de Julho. Juntamente com o seu irmão fará a primeira viagem tripulada da Blue Origin.