Última hora
This content is not available in your region

Chuvas torrenciais causam drama na Alemanha

De  Nara Madeira com EVN, AP, AFP
euronews_icons_loading
Chuvas torrenciais causam drama na Alemanha
Direitos de autor  Thomas Frey/dpa via AP
Tamanho do texto Aa Aa

As chuvas torrenciais que se fazem sentir na Europa central continuam a provocar o caos. Em Erftstadt, perto de Colónia, na Alemanha, várias casas colapsaram. Nos últimos dois dias já morreu mais de oitenta pessoas pessoas e há dezenas de desaparecidos. Quinta-feira, em Schuld, outra cidade germânica, também aconteceu uma derrocada de várias casas devido às intensas chuvadas. Os estados afetados são os da Renânia do Norte-Vestefália e Renânia-Palatinado.

Angela Merkel lamentou as vidas perdidas perdidas neste desastre. Cujos números exatos não são ainda conhecidos, como explicou, acrescentando que serão muitas. Algumas pessoas nas caves das suas casas outras, como bombeiros, que tentavam colocar os cidadãos em segurança. E apresentou condolências às famílias das vítimas mortais.

Na Bélgica a situação não é tão dramática mas é também muito complexa. Vários rios a transbordaram e a inundaram várias cidades, entre elas Liège, há também alguns mortos mas sobretudo perdas materiais.

Uma belga, em Chenee, dizia ter perdido tudo. Referia que vive no rés-do-chão e que ficou tudo destruído. Foi difícil porque teve "de abrir a porta da gaiola do pássaro" da sua "mãe, para que pudesse escapar", mas os seus "três gatos ainda estão lá em cima", acrescentava.

Nos Países Baixos, na província de Limburgo, e enquanto se esperava que a chuva continuasse a cair intensamente, esta sexta-feira, e com os rios a atingirem já níveis de água recorde, milhares de pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas em localidades como Maastricht.

No norte de Itália, mais precisamente em Montecchio, comuna de Arsiero, fizeram sentir-se tempestades de granizo e ventos fortes, que provocaram deslizamentos de terra e a queda de árvores.