Última hora
This content is not available in your region

"Não consigo conter as lágrimas", conta sobrevivente que perdeu tudo

De  euronews
euronews_icons_loading
"Não consigo conter as lágrimas", conta sobrevivente que perdeu tudo
Direitos de autor  Michael Probst/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

As cheias na Alemanha provocaram uma destruição de "níveis históricos", de acordo com o governador do estado alemão da Renânia do Norte-Vestfália.

Pelo menos 135 pessoas perderam a vida e 1300 pessoas continuam desaparecidas, naquele que é considerado o maior desastre natural no país dos últimos 60 anos.

O nível da água continua elevado e continuam sem electricidade 100 mil pessoas. Centenas de casas foram destruídas e o resgate está a ser dificultado pelos acessos.

As pessoas vão regressando ao que sobra: lama e destruição. Aos jornalistas, contam o que viram. "Alguns não tiveram tempo sequer de subir para os pisos de cima", diz uma das sobreviventes.

Os vizinhos ajudam-se uns aos outros e tentam partilhar o pouco que têm. Para a maioria, este é também um momento de limpeza emocional de quem vê perder tudo o que tem.

"Não consigo conter as lágrimas", conta Frau Mueller, emocionada.

A escala do desastre é enorme. À medida que a água recua, cerca de 900 soldados alemães ajudam na operação de salvamento. No terreno estão também 15 mil operacionais à procura de quem ainda não apareceu.