Última hora
This content is not available in your region

Cubanos nas ruas em apoio ao governo

De  euronews
euronews_icons_loading
Cubanos nas ruas em apoio ao governo
Direitos de autor  AP Photo/Ramon Espinos
Tamanho do texto Aa Aa

Apoiantes do governo e do presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, desceram às ruas na capital, Havana, no sábado.

A manifestação de apoio ao governo teve lugar após protestos anti-governamentais no domingo passado.

Discursando perante os apoiantes, Díaz-Canel denunciou as intenções dos manifestantes anti-governo.

"Eles encorajam e gorificam o desrespeito e destruição de propriedade, ameaças e assédio a cidadãos e famílias. O que o mundo vê neste momento de Cuba é uma mentira", afirmou o presidente.

Segundo as autoridades, milhares de pessoas participaram em múltiplas manifestações.

"Pandemia ou não pandemia, temos que defender a revolução e é por isso que estamos aqui, para nos protegermos e defender o que é nosso", reclamou Héctor Román, um professor apoiante do governo.

A diretora escolar Madelaine Rigales afirma que "temos o direito de defender a nossa revolução, nas palavras de Miguel Díaz-Canel, ele deixou claro ao mundo que esta revolução não será derrubada por ninguém".

Os protestos anti-governo no domingo passado foram os maiores dos últimos 25 anos.

Os manifestantes exigem o fim da escassez de alimentos, cortes no abastecimento de energia e a mudança do modelo político vigente na ilha.