Última hora
This content is not available in your region

Frontex reforça presença na Lituânia

De  euronews
euronews_icons_loading
Frontex reforça presença na Lituânia
Direitos de autor  EBU / LTLT
Tamanho do texto Aa Aa

A agência europeia das fronteiras e guarda-costeira, Frontex, anunciou o reforço da presença ao longo da fronteira entre a Lituânia e a Bielorrússia.

O reforço inclui 60 guardas fronteiriços, cerca de 30 veículos e dois helicópteros.

O reforço responde ao afluxo sem precedentes de migrantes provenientes da Bielorrússia.

Só este mês, até ao momento teriam entrado 1 400 migrantes.

O diretor executivo da Frontex fala numa "ameaça híbrida".

"Esta crise migratória foi criada e encorajada pela tentativa política de usar a emigração ilegal como, eu diria, pressionar, influenciar ou responder, a algumas decisões da União Europeia, em particular as sanções adotadas pela União Europeia contra a Bielorrússia. (...) "Forneceremos conhecimentos especializados no desenvolvimento de capacidades de retorno porque, claro, a Lituânia não está habituada a estas nacionalidades e também ao número", reforçou Fabrice Leggeri, diretor-executivo da Frontex.

A Lituânia decretou estado de emergência nacional e o parlamento reduziu os direitos dos migrantes detidos.

O país vê-se a braços com um aumento sem precedentes de migrantes, na sua maioria da África sub-sahariana que tentam entrar na Europa através da Bielorrússia.