Última hora
This content is not available in your region

O mito de Amy Winehouse dez anos depois

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
O mito de Amy Winehouse dez anos depois
Direitos de autor  Alberto Pezzali/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Uma voz única, um estilo próprio, um estilo de vida arriscado e uma morte violenta aos 27 anos.

Amy Winhouse transformou-se numa lenda. Dez anos depois da morte de Amy, o mito ainda continua intacto e assinala uma das figuras mais marcantes da música do início do século 21.

Um pai omnipresente e ganancioso, um romance que lhe partiu o coração, um vício em drogas e álcool, a vida de Amy Winehouse não foi tranquila. Perseguida por paparazzis e, por vezes, incapaz de estar presente nos espetáculos, mas escreveu a sua lenda enquanto ainda estava viva.

Morreu com a mesma idade que Jim Morrisson, Janis Joplin, Jimi Hendrix e Kurt Cobain. O seu rosto e figura tornaram-se num dos símbolos de Camden, o bairro londrino onde viveu até à morte. Com apenas dois álbuns e menos de dez anos na indústria, Amy Winehouse deixou uma marca inapagável na história da música.