Última hora
This content is not available in your region

Sem público e com mais casos de covid-19

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Sem público e com mais casos de covid-19
Direitos de autor  Kiichiro Sato/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Quatro dias depois do início dos Jogos Olímpicos, a cidade de Tóquio regista o número mais alto de novas infeções pelo coronavírus dos últimos seis meses. Esta terça-feira, a capital japonesa identificou mais de 2800 novos casos de covid-19.

O primeiro-ministro, Yoshihide Suga, já pediu aos japoneses para evitarem saídas não essenciais e não urgentes e para verem os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos na televisão.

Durante os jogos, as autoridades do Japão garantem a segurança dos atletas e dos residentes. As restrições foram pensadas ao pormenor para que o evento não seja 'superpropagador' de covid-19. Os economistas do país acreditam que sem a presença de público nas competições, a economia japonesa deve acumular uma perda bilionária.

Os comerciantes da cidade esperavam muitos turistas e estrangeiros mas a decisão de não haver espectadores foi uma "desilusão".

Para ultrapassar a crise agravada pela pandemia e pela frustração de não ganhar dinheiro durante os jogos, alguns japoneses reinventaram os negócios para sobreviver. Uma das alternativas foi arrendar os apartamentos.