Ativista bielorrusso aparece morto em Kiev

Ativista bielorrusso aparece morto em Kiev
Direitos de autor AP/Human Rights Center Viasna
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O ativista bielorrusso, Vitaly Shishov, apareceu morto perto do sítio onde vivia, em Kiev. A polícia ucraniana suspeita de assassinato e vai investigar

PUBLICIDADE

Vitali Shyshov, um bielorrusso que vivia na Ucrânia e era diretor de uma ONG que ajudava pessoas fugidas da Bielorrússia, foi encontrado morto por enforcamento, próximo do sítio onde vivia, em Kiev

A polícia ucraniana abriu um inquérito e fala de suspeita de assassinato, camuflado de suicídio e as primeiras suspeitas caem sobre o regime bielorrusso.

O diretor da Iniciativa Eurásia Democracia, Peter Zalmayev, afirma: "Lukashenko tem estado desesperado e penso que algumas das táticas que temos visto, - algumas destas represálias incrivelmente duras e sequestros no ar e o que aconteceu com este ativista político - significa que ele realmente sente que não tem a nada a perder com o ocidente. Ele está disposto a enfrentar todo o tipo de sanções. Ele jogou a sua sorte com Vladimir Putin, mesmo com o risco da potencial perda da soberania do país".

A líder da oposição, Sviatlana Tsikanouskaya escreveu num tweet estar "devastada com a notícia da morte de Shishov" e agradece à Ucrânia por ter "aberto um inquérito".

Shishov é um dos muitos bielorrussos que tinha deixado o país para fugir à repressão do regime. Segundo alguns amigos, tinha saído de manhã para um jogging e não voltou. As mesmas fontes garantem que tinha sido seguido em dias anteriores.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos 51 mortos num dos piores bombardeamentos russos na Ucrânia

Rússia divulga imagens de reunião com Almirante dado como morto por Kiev

Ucrânia alega assassinato de comandante russo em recentes ataques na Crimeia