EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Governo polaco perde maioria parlamentar

Governo polaco perde maioria parlamentar
Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Teresa Bizarro com AP, AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um dos tês partidos da coligação bateu com a porta depois de semanas de divergências públicas

PUBLICIDADE

Direita não se entende na Polónia e rompe a coligação que suporta o atual governo. O Acordo, um dos três partidos do executivo, bateu formalmente com a porta. É o resultado de semanas de desacordo público que terminaram com a demissão do líder do partido como vice-primeiro-ministro.

Jaroslaw Gowin foi demitido pelo chefe de governo e Mateusz Morawiecki corre agora o risco de enfrentar uma moção de censura no parlamento.

O partido de Gowin tem apenas 10 deputados, mas a saída da coligação retira a maioria parlamentar ao governo liderado pelos conservadores do Partido da Lei e Justiça. Os dois partidos remanescentes têm apenas 222 dos 460 lugares na Câmara Baixa.

Na origem da ruptura, estão divergências sobre a política fiscal e uma proposta de lei que iria forçar uma empresa norte-americana a vender a participação que detém na principal estação de televisão privada da Polónia, a TVN.

O canal é considerado crítico em relação ao partido no poder e Gowin questiona o impacto da decisão nas relações entre a Polónia e os EUA.

A proposta é votada esta quarta-feira e poderá ser a primeira grande derrota do exacutivo conservador. Esta terça-feira, milhares de pessoas saíram à rua para protestar contra a legislação que muitos consideram ser uma tentativa de silenciar as críticas ao governo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Eleições locais na Polónia testam Governo de Tusk há menos de quatro meses no poder

Apagão na TV pública polaca: Incerteza nos corredores da TVP

Polónia: Mateusz Morawiecki reempossado enquanto Primeiro-ministro mas será por poucos dias