Última hora
This content is not available in your region

Em mais de 30 anos o Brasil perdeu 15% dos recursos hídricos

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AP
euronews_icons_loading
Brasil
Brasil   -   Direitos de autor  Copyright 2021 AP/Euronews. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O Brasilviu reduzir a sua superfície de água em 15,7% desde o início dos anos 90. Uma investigação do MapBiomas - uma iniciativa do Observatório do Clima e que faz o mapeamento territorial da dinâmica da água superficial e de corpos hídricos em território brasileiro - indica que a conversão da floresta para a pecuária e a agricultura e a construção de barragens contribuem para a diminuição do fluxo hídrico.

Esta foi a conclusão a que chegaram os cientistas após analisarem imagens de satélite de todo o território nacional entre 1985 e 2020. A tendência é clara, há uma perda de superfície de água em todas as regiões hidrográficas do país. Cassio Bernardino, gestor de projeto para a WWF-Brasil, explicava que algumas regiões, como o Pantanal "que é a maior zona húmida continental do planeta" foi o bioma mais afectada "com uma redução de 74% na sua superfície de água". Acrescentava que quando "olhamos para a Amazónia, podemos ver uma redução, generalizada, na superfície da água, especialmente na região do Rio Negro".

Um resultado preocupante dizem os investigadores até porque, e como é natural, as populações sentem o impacto da perda de água. A ação do homem intensifica as alterações climáticas, o aumento das temperaturas interfere no fluxo normal dos rios e leva à perda de água para atmosfera. As estruturas de armazenamento de água têm consequências preocupantes na alteração do regime hídrico, afetam a biodiversidade e a dinâmica dos rios.

Os investigadores frisam que "ainda é possível reverter esses processos" se se alterarem as políticas e a forma como se gerem os recursos hídricos. Mas é preciso também reduzir as emissões de gases com efeito de estufa para controlar o aumento da temperatura global.

O Brasil possui 12% das reservas de água doce do planeta, constituindo 53% dos recursos hídricos da América do Sul. As bacias hidrográficas transfronteiriças ocupam 60% do território brasileiro.

O bioma com a maior área coberta por água no Brasil é a Amazónia.

Editor de vídeo • Nara Madeira