Última hora
This content is not available in your region

Tempestade "Ida" de volta ao Atlântico com rasto de tragédia

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Inundações provocadas pela tempestade no bairro novaiorquino do Bronx
Inundações provocadas pela tempestade no bairro novaiorquino do Bronx   -   Direitos de autor  AP Photo/Craig Ruttle
Tamanho do texto Aa Aa

Estradas inundadas e carros submersos formam o cenário provocado pela tempestade "Ida", esta quinta-feira, à passagem pela Filadélfia, na Pensilvânia, nordeste dos Estados Unidos.

Pelo caminho, a depressão que chegou a ser um furacão de categoria 4 está a ser relacionada a mais de 40 mortes nos oito estados americanos por onde a intempérie já se fez sentir.

Apesar de já ter enfraquecido para tempestade, a "Ida" continua a ser perigosa e sucedem-se os relatos de fortes chuvas e tornados originados pela depressão atlântica.

Os cortes de eletricidade mantêm-se por onde a tempestade passou. Só na Pensilvânia havia quase 70 mil pessoas sem luz esta quinta-feira.

Na cidade de Nova Iorque, as inundações espalharam o terror. Em especial, pelas estações de metro e entre os residentes em habitações térreas.

Pelo menos 12 pessoas perderam a vida em Nova Iorque depois da chuvada de quarta-feira, descrita pelo presidente Joe Biden como uma enxurrada superior à quantidade de chuva normal para todo o mês de setembro.

A depressão que entrou pelo território dos Estados Unidos como furacão de categoria 4, no domingo, varrendo o Luisiana, tem rota prevista para nordeste, de volta ao Atlântico, esta sexta-feira.