Última hora
This content is not available in your region

"O mundo está em perigo"

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Joe Biden alerta para impacto das alterações climáticas
Joe Biden alerta para impacto das alterações climáticas   -   Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

"O mundo" está "em perigo"! Quem o diz é o presidente dos Estados Unidos da América.

Joe Biden visitou, na terça-feira, os estados de Nova Iorque e Nova Jérsia, onde pôde aferir os danos causados pela passagem do furacão Ida.

Mais de sessenta e cinco pessoas morreram em oito estados do país, devido ao furação.

"A nação e o mundo estão em perigo. Isso não é uma hipérbole, é um facto. Têm-nos avisado de que o clima extremo se tornaria mais extremo ao longo da década e estamos agora a vivê-lo em tempo real. Podemos olhar à volta dos registos e das ruínas e do desgosto de tantas comunidades, para o sentir - não é um entendimento, podemos senti-lo, podemos saboreá-lo, podemos vê-lo".
Joe Biden
Presidente dos EUA

O Presidente afirmou, ainda, que as alterações climáticas se tornaram "a crise de toda a gente", avisando que está na altura de os EUA levarem a sério o perigo do "código vermelho" ou enfrentar perdas de vidas e bens cada vez piores.

As catástrofes naturais deram a Biden um novo motivo para pressionar o Congresso a aprovar o seu plano de gastar um bilião de dólares para fortificar infraestruturas a nível nacional, incluindo redes elétricas, sistemas de água e esgotos, para ficarem mais defendidos contra condições meteorológicas extremas.

A Casa Branca pediu, ainda, ao Congresso que aprove um financiamento emergencial de 24 mil milhões de dólares (mais de 20 mil milhões de euros) para cobrir os custos do furacão Ida e de outros eventos climáticos destrutivos.