EUA assinalam 20 anos do 11 de Setembro

"Ground Zero", Nova Iorque
"Ground Zero", Nova Iorque Direitos de autor ANTHONY BEHAR/AFP or licensors
Direitos de autor ANTHONY BEHAR/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente Joe Biden homenageou vítimas no "Gound Zero" ao lado de Barack Obama e Bill Clinton

PUBLICIDADE

Passaram exatamente 20 anos desde os atentados do 11 de Setembro de 2001.

Os Estados Unidos lançaram as comemorações no "Ground Zero", onde se erguiam as Torres Gémeas visadas pelo ataque que marcou para sempre a história do país.

O presidente Joe Biden marcou presença com os sucessores Barack Obama e Bill Clinton.

Cumprindo um minuto de silêncio, seguiu-se a leitura dos nomes das vítimas, uma tradição anual no memorial dos atentados.

Duas décadas depois e apenas 11 dias após o fim da retirada das últimas tropas norte-americanas do Afeganistão, a ferida é ainda profunda, tanto em Nova Iorque como no resto do país.

No Pentágono, a data começou a ser assinalada com o desfraldar de uma enorme bandeira dos Estados Unidos.

Em St. Louis, não foi apenas uma mas 7500 "bandeiras de valor" que foram erguidas para lembrar as mais de 2700 vítimas mortais dos ataques que lançaram os Estados Unidos na batalha contra o terrorismo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA de luto no 11 de Setembro, a data que o mundo não esquece

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"

Homem imolou-se no exterior do tribunal onde Donald Trump está a ser julgado