EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Paris na corda bamba

Paris na corda bamba
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nathan Paulin faz travessia entre Torre Eiffel e Teatro de Chaillot, 70 metros acima das cabeças do público.

PUBLICIDADE

Paris... Na corda bamba, mas Nathan Paulin mantém o equilíbrio focado num ponto: o Teatro de Chaillot, na Praça do Trocadero. Numa corda esticada de 2,5 cm de largura, passo a passo fez o percurso de 600 metros desde a Torre Eiffel, com apenas um cordão de segurança ligando ligou estes dois monumentos parisienses.

Nathan Paulin já está habituado a este tipo de aventuras e detém recordes mundiais nesta performance chamada highline. Descalço, fez algumas pausas no percurso, para fazer acrobacias e impressionar as multidões - sentado ou pendurado antes de avançar novamente.

Quando o vemos a subir... Quando estamos por baixo, sentimos que ele vai cair a cada segundo. É muito impressionante para nós cá abaixo. Para ele, não sei como é.
Bruno Maresca
Residente em Paris

Fez esta exibição para as Jornadas Europeias do Património - um evento em França - e andou 70 metros acima do público parisiense que ficou claramente impressionado. A travessia demorou meia hora e, para ele, foi uma experiência de sonho.

Imaginei muito como seria a travessia e depois foi bom chegar. Não foi fácil, porque andar 600 metros, concentrar-se, com tudo o que está à volta, a pressão, não foi fácil, não tão fácil como tinha imaginado - como já o tinha feito -, mas mesmo assim foi lindo. Estou feliz por ter chegado ao fim e pela partilha - o mais importante foi partilhar com toda a gente.
Nathan Paulin
Highliner
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Macron desloca-se à Nova Caledónia para tentar pôr termo à violência no arquipélago

Polícia francesa mata homem que tentava incendiar sinagoga em Rouen

Pelo menos dois guardas prisionais mortos em ataque a carrinha celular em França