Última hora
This content is not available in your region

Triunfo absoluto da Netflix nos Emmys

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
euronews_icons_loading
Triunfo absoluto da Netflix nos Emmys
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

A Netflix foi a grande vencedora da última edição dos Emmys, em que as várias plataformas de streaming levaram a fatia de leão dos prémios.

Na categoria de séries dramáticas, não houve rival para "The Crown". Com a quarta temporada, a saga da Netflix sobre a família real britânica, arrebatou tudo o que havia para ganhar, com um total de 11 prémios, incluindo de melhor argumento, melhor realização, ator principal e secundário, atriz principal e secundária.

Façanha idêntica conseguiu "The Queen's Gambit" ("Gambito de Dama") também da Netflix e também com 11 prémios, desta vez na categoria de minissérie. É preciso recuar até ao feito da CBS em 1974 para encontrar o número impressionante que a Netflix conseguiu nesta gala, com um total de 44 prémios.

Recentemente lançada, a Apple TV+ conseguiu uma primeira vitória com "Ted Lasso" que levou sete prémios, incluindo o de melhor série de comédia.

E John Oliver levou para casa, pelo segundo ano consecutivo, o prémio de melhor tal show, com "Last Week Tonight", da HBO. A grande derrotada foi "The Handmaid's Tale". A série da Hulu, adaptada do romance de Margaret Atwood, estava nomeada em 21 categorias, mas não venceu qualquer prémio.