Última hora
This content is not available in your region

Geração Angela Merkel na Alemanha

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Geração Angela Merkel na Alemanha
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Ela moldou a Alemanha durante os últimos 16 anos. Agora Angela Merkel retira-se. Uma geração inteira só viu Merkel como chanceler. Como Emil Wensel. O adolescente de Dusseldorf formou-se no liceu este ano. Juntou-se ao partido juvenil da CDU, aos 14 anos, e apelida Merkel como uma chefe de governo de confiança.

Acredito que Angela Merkel representa a estabilidade. Ela teve de lidar com várias crises. Pode-se até dizer que ela passou de uma crise para outra.
Emil Wensel
Junge Union

Emil Wensel vê os conservadores bem preparados para a era pós Merkel

Penso que Armin Laschet é o político que pode conduzir a Alemanha a um bom futuro. Temos um excelente candidato a chanceler. Ele fez um bom trabalho no estado federal onde eu vivo, que é o maior da Alemanha. Ele é definitivamente experiente. Penso que se sairá bem no governo federal.
Emil Wensel
Junge Union

Emil Wensel é um dos quase 3 milhões de jovens adultos que estão a ser chamados a votar. Os investigadores eleitorais observam que esta geração, em particular, saúda a mudança.

De acordo com as últimas sondagens, entre os jovens de 18-29 anos, o partido de Merkel está claramente a perder para os Verdes e mesmo para os Liberais.

Johannes Klein faz parte de um grupo universitário verde e critica Merkel: "Penso que têm havido grandes problemas nos últimos anos, especialmente em questões de justiça social. Mas os últimos governos também estiveram ativos quando se tratou da proteção do clima. Queremos um futuro sustentável para os jovens, mas também pensões estáveis para os nossos avós".

O estudante de filosofia espera que o novo governo siga políticas que levem em conta todas as gerações. A chancelaria de Angela Merkel, por outro lado, em breve passará à história, mas frases lendárias da sua autoria permanecem na memória. Angela Merkel moldou-os - num sentido positivo e negativo. Agora eles também estão a escolher a sua sucessora. Sessenta milhões de Alemães são elegíveis para votar. Mais de dois terços estão na sua segunda metade de vida.

A Alemanha tem uma sociedade envelhecida que também tem influência nas urnas. No entanto, nesta campanha eleitoral, os votos dos jovens eleitores podem dar aos candidatos as últimas percentagens em falta para preparar o caminho para a chancelaria.