Última hora
This content is not available in your region

Rússia ameaça bloquear YouTube

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Rússia ameaça bloquear YouTube
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

A autoridade russa das telecomunicações ameaça bloquear o YouTube caso a rede social se recuse a levantar a suspensão dos canais da televisão estatal russa RT na Alemanha.

O órgão regulador afirmou que pediu à Google, a empresa detentora do YouTube, que retirasse as restrições impostas aos canais RT DE e Der Fehlende Part o mais rápido possível, sublinhando a legislação permite a suspensão total ou parcial caso o pedido não seja cumprido.

Em comunicado, o ministério russo dos Negócios Estrangeiros afirmou que o Governo germânico está por detrás das ações do YouTube pois tem como objetivo banir "fontes de informação que não se enquadram num contexto mediático confortável" para a Alemanha.

Berlim nega qualquer envolvimento, como sublinha o porta-voz do Governo germânico, Steffen Seibert:

"Gostaria de deixar bem claro que esta é uma decisão do YouTube. O Governo alemão ou os seus representantes não têm nada a ver com esta decisão. Qualquer pessoa que afirme isso está a inventar uma teoria da conspiração. <...> Portanto, esta é uma decisão do YouTube, que o YouTube justifica com as regras que se deu a si próprio como uma plataforma. Em contraste, na Rússia tem medidas contra meios de comunicação social ou ONGs estrangeiras que criticamos por serem medidas estatais".

O YouTube bloqueou, na terça-feira, as contas da RT DE depois do grupo tentar, através do canal Der Fehlende Part contornar a suspensão de carregamento de novos vídeos durante uma semana, depois de ter violado as regras da rede social ao difundirem "informações falsas" sobre o novo coronavírus.