This content is not available in your region

Milhares protestam contra extrema-direita em Itália

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Milhares protestam contra extrema-direita em Itália
Direitos de autor  AFP

Dezenas de milhares de italianos juntaram-se em Roma contra a aquilo que dizem ser comportamentos de extrema-direita.

Depois de passar a ser obrigatório apresentar certificado digital da covid-19 para trabalhar, alguns manifestantes forçaram a entrada nas instalações da mais importante Confederação do Trabalho, em forma de protesto.

Filippo Grassi, estudante de Ciências Políticas, juntou-se ao protesto. Diz que o que aconteceu é "inaceitável". O jovem de 23 anos fala de "um ataque às liberdades civis, à liberdade de pensar e à liberdade de agir".

Um outro manifestante usa a palavra fascismo para descrever o ataque e diz estar na rua para combater a extrema-direita.

A apresentação obrigatória do "certificado digital", "passe verde" ou "passe sanitário" nos locais de trabalho está a tornar-se a medida mais polémica do mandato do primeiro-ministro Mario Draghi, que é chefe de governo desde fevereiro.Mil