This content is not available in your region

Covid-19 a aumentar na Europa

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Covid-19 a aumentar na Europa
Direitos de autor  Photo : Alexander Zemlianichenko (Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.)

A Covid-19 aumenta na Europa.

Na Alemanha, os números de novas infeções pelo novo coronavírus têm vindo a aumentar acentuadamente, nos últimos dias, em especial no sudeste do país, mas não há medidas mais restritivas. Pelo menos para já.

Em Mühldorf am Inn, na Baviera, a incidência de 7 dias no sábado foi de 501.

Nas ruas cidade, no entanto, não se isso. Não há confinamento, nem escolas ou restaurantes fechados.

Uma habitante de Mühldorf am Inn, na Baviera, Rita Lindner, conta que "há sempre aqueles que não estão vacinados. E diga-se o que se disser, eles simplesmente não o fazem. Querem estar em todo o lado, mas depois não querem fazer as outras coisas".

Na Roménia, começou em Bucareste na sexta-feira, uma maratona de vacinação contra a Covid-19 e termina esta segunda-feira. Qualquer pessoa pode ser inoculada num dos centros de vacinação da capital.

Nos últimos dias, as televisões têm divulgado imagens que mostram a situação dramática vivida nos hospitais romenos. Todos os dias, são registadas centenas de mortes e milhares de pessoas admitidas nas Unidades de Cuidados Intensivos.

O Governo impôs novas restrições o que levou alguns indecisos a irem levar a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus.

Apenas cerca de 35% da população está totalmente vacinada na Roménia.

Situação semelhante é a que se vive na Rússia. Com apenas 36% da população com a vacinação completa, o país registou, no sábado um novo recorde de 37.678 novos casos de Covid-19 em 24 horas e 1.075 mortes.

Moscovo mantém-se como o epicentro da epidemia, na Rússia, registando, entre sexta-feira e sábado, 7.803 novos casos do novo coronavírus.

O presidente Vladimir Putin propôs declarar dias não úteis de 30 de outubro e 07 de novembro, em todo o país e pondera adotar mais restrições para contar a pandemia da Covid-19 no território.