This content is not available in your region

Estado de Emergência para travar clandestinos

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro
euronews_icons_loading
Estado de Emergência para travar clandestinos
Direitos de autor  AP Photo/Mindaugas Kulbis

Na fronteira da Lituânia com a Bielorrússia - uma das fronteiras externas da União Europeia - monta-se o cerco aos clandestinos com o aparato de um dispositivo de guerra. O governo de Vilnius declarou o Estado de Emergência que entrou esta quinta-feira em vigor.

Para a primeira-ministra, as salões já decretadas pela comunidade internacional ao governo bielorrusso não chegam. Ingrida Šimonytė defende que "neste caso particular, penso que as sanções sobre entidades e pessoas envolvidas na organização deste fluxo migratório na Bielorrússia são um passo realmente muito importante - mas não me parece que seja o último".

O estado de emergência aplica-se à faixa de cinco quilómetros de largura ao longo dos 670 quilómetros de fronteira entre a LItuânioa e a Bielorrússia.

A patrulha da fronteira está a ser feita por militares e polícia, mas o ministro do Interior também pediu também apoio e efetivos a um Sindicato de Paramilitares.