This content is not available in your region

Bloqueios de estradas e confrontos entre civis por causa da extração de lítio na Sérvia

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques  & Stefan Goranović
euronews_icons_loading
Protesto ecologista bloqueou o trânsito na Sérvia e provocou tumultos
Protesto ecologista bloqueou o trânsito na Sérvia e provocou tumultos   -   Direitos de autor  AP Photo/Darko Vojinovic

Milhares de pessoas manifestaram-se este sábado em diversas cidades da Sérvia contra um projeto de extração de lítio que dizem ser apoiado pelo governo inclusive para a expropriação de terras a favor da empresa promotora, a Rio Tinto.

Os protestos duraram cerca de duas horas e manifestaram-se sobretudo em bloqueios de estradas e autoestradas, provocando engarrafamentos e levando à ocorrência de confrontos entre ativistas e pessoas afetadas pelos bloqueios.

A imprensa local fala em pelo menos um ferido após confrontos que envolveram arremesso de pedras em Novi Sad, cidade localizada cerca de 110 quilómetros a noroeste de Belgrado.

Os manifestantes acusam o presidente da Sérvia, Aleksandar Vučić, e o atual governo de terem alterado recentemente duas leis para alegadamente beneficiar a Rio Tinto.

A empresa tem em mãos praticamente desde 2006 um projeto para a extração de lítio que poderá implicar um investimento de 2,1 mil milhões de euros na Sérvia.

Este foi o segundo protesto a nível nacional organizado por grupos ecologistas com o apoio de diversos partidos da oposição.

Os manifestantes exigem a retirada das novas leis, sobretudo aquela que dizem facilitar as expropriações de terras a favor da Rio Tinto.

Há uma semana, os manifestantes entraram em confronto com a policia e numa das cidades foram mesmo atacados por homens mascarados e armados com bastões e martelos.

Desta vez, houve menos incidentes, mas ainda assim os já referidos confrontos entre manifestantes e pessoas por causa dos bloqueios de estradas, que as autoridades dizem ter sido ilegais.

Um dos organizadores do protesto, Aleksandar Jovanović, diz que "tudo o que aconteceu é contra a lei, sobretudo o que as autoridades estão a fazer", sublinha.

"O bloqueio das autoestradas é tão ilegal quanto a lei da expropriações ou a da apreensão de propriedades privadas. Ninguém seria maluco o suficiente para bloquear autoestradas se houvesse uma lei. Tudo isto foi causado por uma absoluta ilegalidade cometida pelo governo", defende o ativista.

Dobrica Veselinović marcou presença no protesto em representação da oposição política e explicou que "era importante estar junto dos cidadãos neste momento de afirmação contra tudo o que está a acontecer na Sérvia".

"Os motivos deste protesto são a insatisfação pela forma como a Sérvia se está a desenvolver e como o Partido Progressista Sérvio se está a comportar e a governar", referiu Veselinović.

O correspondente da Euronews em Belgado, Stefan Goranović, esteve num dos mais importantes acessos rodoviários do país e conta-nos que "os manifestantes ameaçam voltar todos os fins de semana até que as respetivas exigências sejam atendidas".

Outras fontes • France Press