This content is not available in your region

Situação está cada vez mais tensa na fronteira russo-ucraniana

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Situação está cada vez mais tensa na fronteira russo-ucraniana
Direitos de autor  Susan Walsh/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

A situação está cada vez mais tensa na fronteira russo-ucraniana. Há várias semanas que a Ucrânia e os aliados ocidentais acusam a Rússia de preparar uma invasão. As forças destacadas por Kiev dizem estar confiantes face ao aumento de tropas enviadas pelo Kremlin para a fronteira.

O Ministro da Defesa da Ucrânia, Oleksii Reznikov, disse que serviços secretos estão a analisar todos os cenários, incluindo os piores. Notam que existe uma probabilidade de uma grande escalada por parte da Rússia. A altura mais provável para esta escalada será o final de janeiro". Acrescenta que: "quanto melhor trabalharmos - sozinhos e em conjunto com os nossos parceiros - menor é o risco de escalada". Conclui que a solução passa por "tornar o preço de uma possível escalada inaceitável para o agressor. A Ucrânia está mais interessada na resolução política e diplomática".

Os Estados Unidos reafirmam a posição e o compromisso de proteger a Ucrânia de uma possível invasão russa.

[Sobre a Ucrânia] estou a reunir o que acredito ser o conjunto mais abrangente e significativo de iniciativas para tornar muito, muito difícil para o Sr. Putin seguir em frente e fazer o que as pessoas estão preocupadas que ele possa fazer.
Joe Biden
Presidente dos EUA

Numa reunião com o Secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, o chefe da diplomacia russa Sergei Lavrov acusou a NATO de querer expandir-se para leste, juntando-se à Ucrânia.

Está previsto um encontro entre Vladimir Putin e Joe Biden para os próximos dias, para discutir a escalada de tensão nas fronteiras ucranianas.