This content is not available in your region

Migrantes ilegais detidos na Lituânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Migrantes ilegais detidos na Lituânia
Direitos de autor  Oksana Manchuk/BelTA via AP

As autoridades da Lituânia detetaram um grupo de migrantes numa floresta perto da fronteira com a Bielorrússia.

Quatro migrantes paquistaneses pediram asilo no país após o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem ter proibido as autoridades de Vílnius a devolvê-los ao lado bielorrusso.

Os quatro homens foram detidos no sul do distrito de Varena.

Uma voluntária prestou ajuda a estas pessoas. De acordo com Agne Rasciute, estes homens estava numa situação precária, ajudaram-nos a montar uma tenda e a vestir roupa seca e quente pois as mãos tremiam-lhes por causa do frio. Depois conta que estes migrantes pretendiam pedir asilo na Lituânia.

O Parlamento lituano aprovou, esta semana, alterações à lei do estatuto jurídico dos imigrantes destinadas a restringir a circulação de migrantes no país por um período máximo de um ano. As emendas foram aprovadas por larga maioria.

O presidente da Comissão Parlamentar de Segurança e Defesa Nacional, Laurynas Kasciunas, considera que "estas alterações são necessárias para garantir que não haja efeito de tração para a migração ilegal. Na sua essência - para que os migrantes não pensem que podem chegar, esperar meio ano e depois passar para a Alemanha".

Entretanto, centenas de migrantes estão bloqueados na fronteira entre a Bielorrússia e a Polónia.

Aqui, recebem a ajuda das autoridades polacas numa altura em que as temperaturas descem para números negativos.

Com a vida em suspenso, estas pessoas aguardam que lhes abram as portas e as deixem entrar na União Europeia.