EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Variante Ómicron propaga-se a grande velocidade

Variante Ómicron propaga-se a grande velocidade
Direitos de autor Rick Rycroft/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Rick Rycroft/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

França regista mais de 100.000 novos casos num único dia. Estado mais populoso da Austrália regista novo recorde de novas infeções pelo novo coronavírus.

PUBLICIDADE

França registou mais de 100.000 infeções pelo novo coronavírus num único dia, pela primeira vez desde o início da pandemia.

Segundo dados do Governo, as hospitalizações de pessoas com Covid-19 duplicaram ao longo do último mês.

A maioria das infeções está ligada à variante Ómicron.

Esta segunda-feira, prevê-se que o Conselho de Ministros gaulês proponha o endurecimento das regras para travar a propagação da Covid-19.

No Reino Unido, onde a variante Ómicron tem dominado durante dias, o Governo de Boris Johnson está a considerar a vacinação contra a Covid-19 porta-a-porta.

A Escócia, o País de Gales e a Irlanda do Norte introduziram, este domingo, novas restrições limitando, essencialmente a dimensão dos ajuntamentos.

Em Portugal, entraram em vigor, no sábado, as novas restrições de combate à pandemia como a obrigatoriedade do teletrabalho e o encerramento de bares, discotecas, creches e ATL. Medidas em vigor até dia 10 de janeiro.

De acordo com o último balanço da Direção Geral de Saúde, o país registou mais de 3700 novas infeções em 24 horas e há mais 13 mortes a lamentar.

No outro lado do globo, o novo País de Gales do Sul, o estado mais populoso da Austrália, registou um número recorde de novas infeções e um forte aumento de pessoas hospitalizadas.

Um grande laboratório em Sydney anunciou que cerca de 400 pessoas receberam uma mensagem errada sobre o resultado dos testes à Covid-19. Testaram negativo e afinal estavam infetadas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais de 100 casos de covid-19 na Liga Inglesa

Milhares protestaram em Bruxelas contra fecho de cinemas e teatros

População da China diminui pelo segundo ano consecutivo