This content is not available in your region

Gouveia e Melo na chefia da Marinha

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com Lusa
euronews_icons_loading
Chefe do Estado-Maior da Armada
Chefe do Estado-Maior da Armada   -   Direitos de autor  ANTÓNIO COTRIM/ 2021 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

O almirante Henrique Gouveia e Melo tomou posse esta segunda-feira como Chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA).

A cerimónia no Palácio de Belém, em Lisboa, durou poucos minutos e teve limitações por causa da pandemia.

Gouveia e Melo sucede ao almirante António Mendes Calado, que era CEMA desde 2018, e não esteve presente nesta cerimónia. O antigo CEMA tinha sido reconduzido para mais dois anos em fevereiro deste ano e o seu mandato terminaria em 2023.

Gouveia e Melo tem 61 anos. Nasceu em Moçambique e entrou na Escola Naval em 1979. Passou 22 anos em funções operacionais em submarinos e ficou conhecido em todo o país em fevereiro, quando assumiu a coordenação da equipa responsável pelo plano de vacinação nacional contra a covid-19. Portugal chegou a ser o país mais vacinado do mundo. O almirante foi o rosto de toda a campanha e alvo de elogios pela comunidade internacional.

Vacinação contra a covid-19

Esta segunda-feira, a campanha nacional de vacinação fez um ano. No dia 27 de dezembro de 2020, o médico António Sarmento recebeu a primeira vacina.

Atualmente, mais de 8,5 milhões de portugueses têm a vacinação completa, mais de 2 milhões a dose de reforço e cerca de 95 mil crianças já foram vacinadas.

Portugal já não é dos países que mais vacinam. Está no 14.º lugar entre os países da União Europeia.