EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Tempestade "Malik" faz pelo menos quatro mortos entre o Reino Unido e a Dinamarca

Tempestade "Malik" arrasa muitas árvores do Reino Unido à Suécia
Tempestade "Malik" arrasa muitas árvores do Reino Unido à Suécia Direitos de autor Johan Nilsson/TT via AP
Direitos de autor Johan Nilsson/TT via AP
De  Francisco Marques
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mau tempo está a "varrer" o norte da Europa com fortes ventos e na Escócia já havia alerta este domingo para uma nova depressão, a "Corrie"

PUBLICIDADE

Pelo menos quarto pessoas morreram devido à passagem pelo norte da Europa da tempestade "Malik", apelidada na Alemanha como "Nadia"..

A tempestade passou pelo Reino Unido, onde pelo menos uma criança e uma idosa terão morrido na Escócia, vítimas da queda de árvores provocada por ventos de mais de 160 km/hora.

A primeira-ministra escocesa alertou os compatriotas para a chegada ao país, este domingo, de uma outra tempestade, a "Corrie", que as autoridades admitiam poder ser tão ou mais severa que a "Malik".

Nicola Sturgeon esperava "impactos significativos" da tempestadeeste domingo à noite e anunciou a suspensão do serviço ferroviário a partir das 18 horas "por questões de segurança".

A chefe de governo conta que os comboios possam voltar a circular normalmente esta segunda-feira de manhã e agradeceu às equipas de proteção civil que estão "a trabalhar arduamente e em condições difíceis para reparar o impacto das condições climatéricas extremas e para ajudar quem precisa".

"Malik" prosseguiu para leste

Na Alemanha, onde a depressão é conhecida como "Nadia", um homem perdeu a vida, atingido também por um cartaz derrubado pelo vento.

Em Hamburgo, o nível da água do mar subiu e inundou parte da cidade.

A tempestade “Malik” prosseguiu caminho pela Escandinávia.

Na Dinamarca, há também notícia da morte de um septuagenário, que terá caído devido aos fortes ventos, que entretanto já acalmaram, de acordo com o instituto de meteorologia local.

obrigaram, por exemplo, a fechar diversas pontes, incluindo a ligação entre Copenhaga e Malmö, na Suécia, país onde, tal como na Escócia, houve cortes de eletricidade

Na Noruega, vários barcos foram afetados pelos ventos e a forte ondulação, enquanto na Finlândia foi uma intensa queda de neve a causar perturbações.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nove polícias feridos em protesto de extrema-direita na Suécia

Corrida noturna no Festival de Luz de Copenhaga

Tempestade "Eunice" deixa 16 mortos e muitos prejuízos pela Europa