EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Papa Francisco participou pela primeira vez num talk-show na TV

Papa Francisco participou pela primeira vez num talk-show na TV
Direitos de autor Andrew Medichini/AP
Direitos de autor Andrew Medichini/AP
De  Fátima ValenteAP, Vatican News
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Papa Francisco conversou com um apresentador da estação pública RAI por video-conferência. O programa teve um pico de audiências de 8,7 milhões de telespectadores

PUBLICIDADE

O Papa Francisco conseguiu um novo feito, ao aparecer a ser entrevistado no programa  "Che Tempo Che Fa", na RAI, a televisão pública italiana. Foi uma conversa com o apresentador Fabio Fazio por video-conferência, a partir da sua residência no Vaticano, para os estúdios da televisão, em Milão.

Francisco abordou vários temas, desde a situação dos migrantes, passando pela guerra, relação entre pais e filhos, e o futuro da Igreja Católica. 

"A guerra é uma contradição", disse Francisco, depois de ter recordado os migrantes que morreram congelados na fronteira entre a Grécia e a Turquia. 

Francisco falou também sobre o amor que sente pela música clássica e das suas poucas amizades pessoais.

Quando questionado sobre o papel do Papa, Francisco minimizou qualquer sugestão de que seja um fardo.

"Quando andamos por aí vemos tantas pessoas que têm de aguentar tanto, dia-a-dia, por exemplo pessoas que sofrem dificuldades familiares e económicas e em que os salários não chegam até ao fim do mês, e claro depois há o sofrimento com a pandemia (...) então acho que não seria honesto se dissesse que passo por muito"
Papa Francisco

O talk-show "Che Tempo Che Fa"  é um dos programas de horário nobre mais populares e aclamados pela crítica Italiana.

Por norma, os católicos estão mais habituados a ver Francisco a falar na Praça de São Pedro. Mas este domingo, milhões de pessoas ligaram as televisões para ver um lado mais pessoal do Papa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Papa Francisco vai às compras

Francisco apela ao diálogo

Papa Francisco: "não podemos culpar sistematicamente os outros na questão da migração"