This content is not available in your region

EUA alertam para invasão iminente da Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
EUA alertam para invasão iminente da Ucrânia
Direitos de autor  AP/Russian Defense Ministry Press Service

Os Estados Unidos voltam a aumentar o tom dos avisos sobre a iminência de uma invasão russa da Ucrânia. Esta sexta-feira, o conselheiro para a Segurança Nacional disse que um eventual ataque vai começar com bombardeamentos aéreos e poderá incluir "um assalto rápido" a Kiev.

Jake Sullivan sublinhou que esse cenário pode começar a qualquer momento, se Vladimir Putin decidir dar a ordem. Não revelou detalhes sobre a origem desta informação, e disse apenas que a uma invasão pode acontecer durante os Jogos Olímpicos “apesar de muitas especulações de que só aconteceria depois".

O conselheiro da Casa Branca pediu aos cidadãos norte-americanos que estão neste momento na Ucrânia para abandonarem o país durante o fim de semana. 

O aviso dos Estados Unidos acontece depois de uma novo aumento das tropas russas perto da fronteira ucraniana e do início de um grande exercício militar das tropas de Moscovo na vizinha Bielorrússia.

O governo norte-americano diz que a situação no terreno é cada vez mais frágil e que o país e os seus aliados devem estar preparados.