Petição para retoma das buscas pelos 12 marinheiros desaparecidos

Petição para retoma das buscas pelos 12 marinheiros desaparecidos
Direitos de autor AP/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Familiares pedem continuação das operações. 70.000 pessoas já assinaram a campanha

PUBLICIDADE

Os familiares dos 12 marinheiros desaparecidos a bordo da traineira espanhola que afundou no Canadá assinaram uma petição para que o governo retome as buscas pelos corpos. Quando a embarcação "Villa de Pitanxo" afundou, no domingo (20), estavam 24 pessoas a bordo. Os socorristas resgataram três sobreviventes e nove corpos.

Várias pessoas reuniram-se no porto onde o barco estava registado, em Marín, na Galiza, para assinar a petição a exigir a continuidade das operações. Já foram reunidas cerca de 70.000 assinaturas.

"Há doze desaparecidos. Foi uma tragédia muito grande. Por favor, retomem as buscas agora", pedia María José del Pozo, filha de um dos desaparecidos.

O ministro das Relações Exteriores da Espanha, José Manuel Albares, afirmou que pediu ajuda à sua homóloga canadiana, Melanie Joly, para que o Canadá retome as buscas, assim que as condições meteorológicas melhorem.

A embarcação afundou a 15 de fevereiro e as buscas foram canceladas no dia seguinte, 36 horas depois.O acidente aconteceu 250 milhas da ilha Terra Nova, uma zona onde os navios espanhóis e portugueses pescam com frequência.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Naufrágio preocupa ambientalistas

Novo naufrágio no Mediterrâneo faz pelo menos 12 mortos

Naufrágio ao largo de ilha de Kos