This content is not available in your region

"Venham defender a Ucrânia"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Volodymyr Zelenskyy
Volodymyr Zelenskyy   -   Direitos de autor  HANDOUT/UKRAINE PRESIDENCY/AFP

Há combates a ecoar em vários pontos da Ucrânia, sobretudo nas cidades em torno da capital. E o presidente, Volodymyr Zelensky, nas suas alocuções ao mundo que se tornaram regulares, veio salientar que os ucranianos continuam a dominar toda essa área.

Quanto mais cedo disserem ao vosso governo [russo] que a guerra tem de cessar imediatamente, mais vidas irão ser salvas.
Volodymyr Zelenskyy
Presidente ucraniano

"Todos os ucranianos devem ter uma coisa em mente: se puderem, travem e destruam os ocupantes. Façam-no! Todos os que puderem regressar para defender a Ucrânia, façam-no. E depois iremos juntos reconstruí-la. Todos aqueles que possam defender a Ucrânia no estrangeiro, façam-no! Em conjunto, continuamente. Todos os amigos da Ucrânia que queiram vir defendê-la, venham! Nós damos-vos armas", declarou.

Alguns dos apelos de Zelensky, em língua russa, continuam a centrar-se naqueles que são dirigidos por Putin.

"Quero que absolutamente toda a gente me possa ouvir na Rússia. As vítimas serão aos milhares. Há centenas de prisioneiros que não entendem porque é que foram enviados para a Ucrânia. Foi para morrer e para matar os outros. Quanto mais cedo disserem ao vosso governo que a guerra tem de cessar imediatamente, mais vidas irão ser salvas", vaticinou.

Durante a manhã, o presidente tinha publicado um outro vídeo para mostrar, ao contrário do que sugeriam algumas informações, que não tinha fugido de Kiev e que a luta continua.