This content is not available in your region

Volkswagen transfere parte da produção para EUA e China devido à guerra na Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Volkswagen transfere produção para EUA e China
Volkswagen transfere produção para EUA e China   -   Direitos de autor  ANDER GILLENEA/AFP

O grupo Volkswagen está a transferir parte da produção de automóveis para Estados Unidos e China. Na origem da decisão está a instabilidade que se vive atualmente na Europa e a falta de matéria-prima originada pela guerra na Ucrânia, onde a empresa trabalha com cerca de uma dezena de fábricas de componentes.

O anúncio foi feito pelo diretor-executivo do grupo alemão durante uma conferência de imprensa. Herbert Diess avisou que a guerra fez a empresa questionar os seus objetivos para 2022, uma vez que o mercado de componentes se iria manter instável até 2026.

Apesar de ter vendido menos dois milhões de automóveis face que tinha previsto para o ano passado devido à pandemia e à escassez de semicondutores, o aumento dos preços permitiu ao grupo Volkswagen duplicar os lucros operacionais para perto de 20 mil milhões de euros.