EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Boyko Borissov lbertado sem acusações formais

Boyko Borissov recebido por apoiantes momentos depois de ser libertado
Boyko Borissov recebido por apoiantes momentos depois de ser libertado Direitos de autor DIMITAR KYOSEMARLIEV/AFP or licensors
Direitos de autor DIMITAR KYOSEMARLIEV/AFP or licensors
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo búlgaro acusa procuradoria de "sabotar" luta contra a corrupção

PUBLICIDADE

O ex-primeiro-ministro búlgaro Boyko Borissov foi libertado sem acusações formais, menos de 24 horas depois de ter sido detido por suspeitas de desfalque e extorsão.

Borissov tinha sido detido no quadro de uma vasta operação policial ordenada pelo Ministério do Interior "relacionada com 120 dossiês da procuradoria europeia". 

O ex-primeiro-ministro foi interpelado juntamente com dois colaboradores próximos, que também foram libertados.

A detenção tinha originado esta sexta-feira momentos de tensão no parlamento búlgaro, com os deputados da formação conservadora GERB, de Borissov, a abandonarem a assembleia, juntando-se no exterior aos protestos pela sua libertação e pela demissão do atual primeiro-ministro.

O chefe do governo, Kiril Petkov, eleito no ano passado com um programa pró-europeu e anti-corrupção tinha afirmado, em reação à detenção de Borissov, que "ninguém está acima da lei". 

Depois da libertação, o executivo acusou a procuradoria búlgara de "boicotar" os seus esforços na luta contra a corrupção.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Autarca búlgaro acusado de corrupção com fundos comunitários

Opositor de Orbán mobiliza milhares em manifestação anti-governo

Análise: “Por detrás da decisão de Sánchez está uma estratégia de preparação para as eleições”