This content is not available in your region

Telegram censura mensagem de Jair Bolsonaro e evita bloqueio total no Brasil

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro   -   Direitos de autor  AP Photo/Eraldo Peres

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, considerou que a plataforma digital Telegram cumpriu todas as exigências para se manter a funcionar e por isso decidiu suspender a ameaça de bloquear por completo o funcionamento da rede social no Brasil.

A ameaça tinha sido tornada pública na sexta-feira, tendo por base uma queixa da Polícia Federal contra a propagação naquela plataforma de notícias falsas, sobretudo devido a uma publicação do Presidente brasileiro em agosto passado, na qual revelou dados de uma investigação policial para falsamente denunciar supostas fragilidades do voto eletrónico.

Apagar essa publicação de Jair Bolsonaro estava entre várias exigências do STF à Telegram, rede social onde o Presidente é seguido por mais de um milhão de pessoas. Agora, no lugar dessa publicação de agosto, está um aviso onde se lê que "a mensagem não pode ser mostrada porque viola as leis locais".

Captura de écrã de mensagem na Telegram
Telegram apagou mensagem do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.Captura de écrã de mensagem na Telegram

O prazo para a rede social cumprir as exigências terminava este domingo à tarde e até esse prazo terá sido respeitado. Com isso, a Telegram conseguiu evitar ser totalmente bloqueada no Brasil.

O facto de poder continuar a funcionar mantém tambem, por outro lado, os receios de que venha a afetar as eleições presidenciais de outubro devido à reconhecida falta de controlo da desinformação a proliferar pela Telegram.

Outras fontes • Folha