This content is not available in your region

Mélenchon, um terceiro lugar agridoce

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Mélenchon obteve quase 22% dos votos
Mélenchon obteve quase 22% dos votos   -   Direitos de autor  Michel Spingler/The Associated Press

Entre os apoiantes de Jean-Luc Mélenchon, o candidato do França Insubmissa às eleições presidenciais, as reações foram muito variadas. 

É um sentimento de tristeza, porque a ecologia e a justiça social podiam estar na segunda volta destas eleições presidenciais.
Militante
França Insubmissa

A escassos pontos percentuais de Marine Le Pen, ou seja, de passar à segunda volta, esta foi uma derrota mais difícil de digerir.

"Acho que devia ter havido uma união. Mas é inegável dizer que o facto de ter conseguido mais de 20% o torna no representante atual da esquerda", dizia uma militante.

O sentimento de frustração acentua-se entre os que salientam que não vingou a agenda política ecológica. "É um sentimento de tristeza, porque a ecologia e a justiça social podiam estar na segunda volta destas eleições presidenciais", explicava um apoiante.

Para alguns dos militantes do França Insubmissa, o combate político irá continuar agora em forma de protestos nas ruas.

O jornalista Olivier Péguy salienta que "foi um Mélenchon combativo quem se exprimiu no desfecho do escrutínio, declarando repetidamente que 'a luta continua'. Mas foi evasivo em explicar que lugar terá precisamente nessa luta a partir de agora".