EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ataque russo destrói cozinha comunitária em Kharkiv

AP
AP Direitos de autor Felipe Dana/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Felipe Dana/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
De  euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cozinha da "World Central Kitchen" estava a ser dirigida pelo famoso chef José Andrés

PUBLICIDADE

Um míssil russo atingiu o prédio onde operava uma das cozinhas comunitárias da organização não governamental World Central Kitchen, em Kharkiv, na Ucrânia. De acordo com as autoridades ucranianas, três pessoas morreram e 34 ficaram feridas.

A cozinha da World Central Kitchen estava a ser dirigida pelo famoso chef espanhol José Andrés. Fazia parte da rede de alimentação de crise e garantia refeições a milhares de pessoas. 

Genadiy Vlasov, voluntário na cozinha, conta o que aconteceu. "Estávamos a fazer pão e a preparar a comida quando a explosão nos tirou as paredes.", diz. "Corremos para fora. A explosão foi tão grande que no princípio não entendemos o que estava a acontecer, mas quando as paredes começaram a mover-se, todos sabíamos que tínhamos de sair.", testemunha o voluntário. 

O chef José Andrés confirmou nas redes sociais que todos os voluntários tinham sobrevivido ao ataque.

Dmytro Kamykin, gerente do serviço de entrega de comida conta que já não tem como fazer entregas. "Não temos o carro para entregas, mas tenho bicicleta, vou andar por aí, e vamos continuar a fazer comida.", diz o voluntário, dmytro Kamykin. 

A organização não governamental World Central Kitchen está presente 30 cidades ucranianas. Por dia, serve 300 mil pratos de comida. Uma forma de garantir refeições quentes em ambiente de guerra a quem luta por sobreviver.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Viver debaixo da terra para fugir das bombas

Kharkiv resiste apesar de bombardeamentos das tropas russas

Kharkiv continua a resistir