EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Cidade ucraniana de Kreminna tomada pelas tropas russas

AP
AP Direitos de autor أ ب
Direitos de autor أ ب
De  euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É a primeira cidade a ser "perdida" para a Rússia, nesta ofensiva a leste

PUBLICIDADE

Kreminna, em Lugansk, foi tomada pelas tropas russas. De acordo com as autoridades da região, a cidade foi bombardeada continuamente e, em horas, ficou debaixo de domínio russo.

Serhii Haidai anunciou, na rede social telegram, o momento em que "Kreminna" é perdida para a Rússia. "Neste momento, o controlo sobre a cidade de Kreminna está perdido", escreveu Haidai, passado umas horas de ter publicado que a cidade estava a ser atacada em massa.

O chefe da Administração Militar Regional escreveu também que quatro civis foram abatidos a tiro enquanto tentavam fugir de carro.

"Os civis naquela instalação estavam lá apenas para serem usados como escudos humanos "
Dmitry Polyanskiy
Representante adjunto permanente da Federação Russa na ONU

O exército russo, que está a caminho de Donbass, intensificou a ofensiva em outras três cidades em Lugansk. O presidente ucraniano acusa a Rússia de atacar civis e bloquear corredores humanitários. Do outro lado, a Rússia diz que as forças ucranianas estão a usar as pessoas como "escudos humanos" para proteger Mariupol.

"Os mesmos radicais e neonazistas que estão a usar abertamente os nossos militares para se protegerem na siderúrgica Azovstal alegaram continuamente que tinham civis lá dentro.", disse Dmitry Polyanskiy, representante adjunto permanente da Rússia na ONU. "Os civis naquela instalação estavam lá apenas para serem usados como escudos humanos " concluiu.

Também em Kharkiv, a segunda maior cidade do leste da Ucrânia, as autoridade locais relataram bombardeamentos contentes. À luz do dia, foram encontrados os corpos de sete civis.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia anuncia conquista de Mariupol

Putin diz que não quer tomar cidade de Kharkiv

Zelenskyy visitou hospital militar em Kharkiv e garantiu que situação está "sob controlo"