This content is not available in your region

Maioria dos sérvios não quer aderir à UE

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
44% dos sérvios estão contra a adesão do país à UE
44% dos sérvios estão contra a adesão do país à UE   -   Direitos de autor  Darko Vojinovic/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

A maioria dos sérvios não apoia a adesão do país à União Europeia, de acordo com uma sondagem da agência Ipsos.

Se o referendo sobre a adesão ao bloco fosse hoje, 44% dos sérvios votariam contra, apenas 35% votariam a favor.

É a primeira vez, em duas décadas, que a maioria dos sérvios prefere ficar de fora do grupo europeu no entanto o presidente sérvio, Aleksandar Vucic, acredita que o futuro do país passa pelo bloco.

"Acredito que a Sérvia tem um lugar na União Europeia. Acredito que devemos continuar nosso caminho europeu e que devemos lutar pelo nosso caminho digno para a Europa. Devemos manter nossa independência na tomada de decisões, pelo menos até nos tornarmos membros da União Europeia", diz.

As reticências dos sérvios em relação ao grupo dos 27 poder-se-ão explicar com a pressão que Bruxelas tem exercido sobre Belgrado para aderir às sanções impostas pelo bloco à Rússia por ter invadido a Ucrânia.

"A minha opinião é que esta sondagem, assim como esta narrativa, foi colocada para investigar os efeitos da potencial decisão do Governo sérvio de impor sanções à Rússia e aceitar todas as medidas restritivas impostas pela União Europeia à Rússia", refere Nemanja Todorovic Stiolija do portal European Western Balkans.

O ministro sérvio do Interior, Aleksandar Vulin, afirmou esta quinta-feira, que o país balcânico deve reconsiderar seu objetivo proclamado de aderir à União Europeia.