This content is not available in your region

Eslovénia: candidato liberal vence atual primeiro-ministro nas legislativas

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
A sede da campanha de Robert Golob na noite de domingo.
A sede da campanha de Robert Golob na noite de domingo.   -   Direitos de autor  Darko Bandic/Associated Press.

O candidato liberal Robert Golob venceu as eleições legislativas este domingo na Eslovénia, frente ao controverso primeiro-ministro de direita, Janez Jansa.

68% dos eleitores votaram na eleição e o partido ecologista Movimento para a Liberdade (GS), obteve 34,5% dos votos, bem à frente dos 23,6% obtidos pelo Partido Democrático da Eslovénia (SDS).

Supostamente doente com o Covid-19, Robert Golob, de 55 anos, dirigiu-se aos eleitores através de vídeo-chamada.

O nível de abstenção nestas legislativas foi o mais baixo dos últimos vinte anos, e isso diz tudo. Revela que as pessoas realmente querem a mudança e que confiam em nós como os únicos que podem trazer essa mudança. E não se esqueçam, a esperança gera expectativas. E a esperança dá origem às nossas responsabilidades. Liberdade!
Robert Golob

Aos 63 anos, o primeiro-ministro populista Janez Jansa, também conhecido por "Marechal Twitto," prometeu continuar a lutar pelo seu projeto político na oposição.

Jamais nos comportaremos como a oposição se comportou nos últimos dois anos. A Eslovénia lutou contra a pandemia e o meu governo recebeu tudo menos apoio e cooperação. Mesmo na oposição, o Partido Democrático da Eslovénia irá comportar-se de maneira diferente e de forma estadista.
Janez Jansa

Um admirador incondicional de Donald Trump e aliado de Viktor Orban, nos últimos dois anos o primeiro-ministro tinha sido alvo de acusações, tanto no seu país como na União Europeia, de violações do Estado de direito e ataques aos meios de comunicação social. Janez Jansa chegou a privar a agência nacional de notícias STA de fundos públicos durante meses, por considerá-la muito crítica.