This content is not available in your region

Mísseis israelitas matam nove combatentes na Síria

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AFP
euronews_icons_loading
Zona atingida por ataque israelita perto de Damasco, Síria
Zona atingida por ataque israelita perto de Damasco, Síria   -   Direitos de autor  AP/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

Um ataque aéreo de Israel à Síria provocou a morte de nove combatentes esta quarta-feira, durante a madrugada. 

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (SOHR), entre as vítimas estão cinco soldados nacionais e quatro membros de uma milícia apoiada pelo Irão.

Os alvos de Israel, revela ainda o SOHR, estavam localizados perto da capital, Damasco, e eram um depósito de munições e várias posições militares ligadas ao Irão, a prestar apoio ao regime sírio de Bashar al-Assad.

O ataque ocorrer horas depois de a defesa área síria ter intercetado um míssil israelita perto de Damasco.

De acordo com a agência de notícias SANA, a última ofensiva israelita a Damasco tinha sido levada a cabo a 14 de abril, mas sem provocar baixas.

O Estado hebraico raramente comenta cada os seus ataques contra a Síria, mas admite ter realizado centenas desde 2011, visando posições do exército sírio, das forças iranianas e do Hezbollah libanês pró-iraniano.

O SOHR, com sede em Londres, mas vários contactos na região, estima que em 2021, cerca de 30 ataques israelitas tenham matado 125 combatentes do governo e cinco civis.