This content is not available in your region

Cadáveres acumulam-se na Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Soldados ucranianos transportam o cadáver de um soldado russo
Soldados ucranianos transportam o cadáver de um soldado russo   -   Direitos de autor  AP Photo/Efrem Lukatsky

Cerca de 27.000 soldados russos terão morrido na Ucrânia desde o início da guerra, segundo os dados divulgados pelas autoridades de Kiev.

Por todo o país, acumulam-se cadáveres não reclamados pelo regime de Vladimir Putin.

O exército ucraniano vai armazenado os corpos em vagões refrigerados onde ficam a aguardar até que possam regressar à Rússia.

De acordo com o coronel ucraniano Volodymyr Lyamzin, "várias centenas de corpos de ocupantes (russos) são mantidos aqui. Existem vários comboios deste tipo no território da Ucrânia. Serão mantidos aqui até que seja tomada uma decisão a nível interestatal no sentido de transferir estes cadáveres. O lado ucraniano está pronto a entregá-los amanhã ou mesmo hoje. No entanto, não houve até agora quaisquer apelos do lado russo para receber estes corpos".

O Kremlin tem-se recusado a divulgar o número de baixas de militares russos na Ucrânia. O último balanço oficial, de março, confirma a morte de 1350.