This content is not available in your region

Volodymyr Zelenskyy decreta o prolongamento da Lei Marcial na Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Mariupol, Ucrânia. -
Mariupol, Ucrânia. -   -   Direitos de autor  AP/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

No Palácio da Cultura da vila de Derhachi, situada 10kms a norte de Kharkiv, os bombeiros ucranianos trabalham na operação de rescaldo, depois do edifício, utilizado como um centro de assistência humanitária, ter sido atingido por um míssil do inimigo. As forças russas continuam os bombardeamentos, apesar do sucesso da contra-ofensiva ucraniana em várias povoações nos arredores de Kharkiv.

Esta quarta-feira, foram evacuados mais soldados ucranianos do complexo metalúrgico de Azovstal, em Mariupol. Vários autocarros foram vistos a deixar a fábrica, acompanhados por veículos militares russos.

A Rússia afirmou em declarações que se renderam mais 694 tropas ucranianas, cujo destino não foi clarificado.

Em discurso na quarta-feira à noite, o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy anunciou o prolongamento da Lei Marcial na Ucrânia por mais 90 dias. Segundo o presidente, a medida tem por objetivo "proporcionar ao exército e demais envolvidos todas a ferramentas legais para a defesa da soberania", acrescentando que "as forças ucranianas irão retomar todas a cidades presentemente ocupadas."

Os Estados Unidos anunciaram a reabertura da sua embaixada em Kiev, um sinal de regresso à normalidade um mês após o recuo das forças russas. O secretário de estado norte-americano Antony Blinken afirmou em comunicado que a decisão se tornou possível devido à coragem e determinação do povo ucraniano na defesa contra a ofensiva russa.