Angola vai a votos a 24 de Agosto

Access to the comments Comentários
De  euronews  com Lusa
Presidente de Angola, João Lourenço, com membros do Conselho da República
Presidente de Angola, João Lourenço, com membros do Conselho da República   -   Direitos de autor  AMPE ROGÉRIO/ 2022 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Angola vai ter eleições gerais no dia 24 de agosto. O presidente João Lourenço anunciou a data no Conselho da República, órgão consultivo que reuniu esta sexta-feira e aprovou a proposta do chefe de Estado.

Apesar da data do sufrágio só agora ser conhecida, a pré-campanha eleitoral há muito que está na rua.

O líder da UNITA, na oposição, Adalberto da Costa Júnior, afirma que o tratamento dado aos partidos é desigual:

"Os competidores de um desafio eleitoral não têm valências diferenciadas. A lei coloca-os a todos nas mesmas circunstâncias, assim diz a nossa constituição, assim dizem as leis mas como qualquer cidadão sério e honesto avalia, nós estamos num processo de aproximação eleitoral absolutamente de violações às leis."

Uma acusação que Rui Falcão Pinto de Andrade refuta. O membro do bureau político do partido no poder afirmou à Euronews que "o MPLA tem mostrado capacidade de organização", enquanto "a oposição vê fenómenos que não existem" e expressou o desejo que "o sufrágio decorra com a maior normalidade possível".

João Lourenço foi eleito a 23 de agosto de 2017 e é candidato a um segundo mandato. Será a quinta vez que os angolanos vão à urnas desde 1992

Outras fontes • TPA