EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Cerimónias do "Dia D" regressam três anos depois

Visitantes no cemitério americano da Normandia
Visitantes no cemitério americano da Normandia Direitos de autor Jeremias Gonzalez/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Jeremias Gonzalez/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Desde 2019 que não havia cerimónias públicas a assinalar o desembarque aliado na Normandia, que faz agora 78 anos.

PUBLICIDADE

O desembarque aliado na Normandia, decisivo na vitória contra o nazismo na Segunda Guerra Mundial, está prestes a fazer 78 anos. Nas praias do desembarque e no cemitério americano, ultimam-se os preparativos para as cerimónias que vão marcar a data. São as primeiras cerimónias públicas desde 2019, já que a pandemia causou a anulação das duas últimas.

Greg Jensen, visitante norte-americano, faz alguns paralelos com a situação atual: "Não podemos esquecer o que aconteceu há 78 anos e estamos novamente a ver muito do que se passou nessa altura. As pessoas têm de abrir os olhos, ver o que se está a passar na Ucrânia. Não acredito que as pessoas possam ter dúvidas, quando ouvimos certos termos que evocam o passado de uma forma que não é boa", conta.

Estamos novamente a ver muito do que se passou nessa altura. As pessoas têm de abrir os olhos, ver o que se está a passar na Ucrânia.
Greg Jansen
Visitante norte-americano

Andy Hamilton, britânico, viajou com os netos: "Viemos aqui mostrar o nosso respeito e mostrar aos netos o que foi a Segunda Guerra Mundial, o cenário, as praias e a quantidade de pessoas que sacrificaram as suas vidas pela liberdade de todos", diz.

São cada vez menos os veteranos do Dia D ainda vivos e menos ainda aqueles que podem viajar e participar nas cermónias. Mesmo assim, está prevista a presença de vários deles. Só no primeiro dia do desembarque, 6 de junho de 1944, morreram mais de quatro mil soldados aliados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europa comemora Dia da Vitória na Segunda Guerra Mundial

Sergey Lavrov admite perigo de uma III Guerra Mundial

Desfile de motas da Segunda Guerra Mundial celebra aniversário do Dia D