EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Morreu o paleontólogo francês Yves Coppens

Yves Coppens, paleontólogo francês.
Yves Coppens, paleontólogo francês. Direitos de autor LIONEL CIRONNEAU/AP2010
Direitos de autor LIONEL CIRONNEAU/AP2010
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Yves descobriu "Lucy", o fóssil mais completo já descoberto de um hominídeo.

PUBLICIDADE

Morreu Yves Coppens. Opaleontólogo francês integrou a equipa que descobriu, em 1974, na Etiópia, uma australopiteca com mais de 3 milhões de anos. Lucy, como é conhecida, é o fóssil mais completo já descoberto de um hominídeo.

A equipa conseguiu encontrar 40% do esqueleto de "Lucy" e determinar que esta tinha cerca de um metro de altura. A descoberta permiu perceber que os australopitecos eram bípedes.

Este achado foi, assim, fulcral para perceber melhor como foi o desenvolvimento dos seres humanos ao longo do tempo.

Yves Coppens teve um percurso de grande sucesso na área. Para além de paleontólogo, colaborou com os Presidentes franceses Jacques Chirac e Nicolas Sarkozy, foi professor emérito e publicou mais de mil artigos e diversos livros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Família dos dinossauros continua a crescer

Um tesouro da Era do Gelo

Vendido! Fóssil de dinossauro arrematado por dois milhões em Paris