Arranca a digressão mundial de Ibrahim Maalouf

Ibrahim Maalouf em concerto
Ibrahim Maalouf em concerto Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  Nara Madeira com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Trompetista franco-libanês Ibrahim Maalouf lança digressão mundial do seu novo álbum "Capacity to Love" no festival "Les escales du Cargo", em Arles.

PUBLICIDADE

O trompetista franco-libanês Ibrahim Maalouf lançou a digressão mundial do seu novo álbum "Capacity to Love" durante o festival "Les escales du Cargo", em Arles. 

 novo trabalho explora as culturas urbanas e o hip-hop. O músico explicava que neste tralho discográfico fez "muitas, muitas colaborações com muitos, muitos artistas, muito diferentes, que vêm de muitos mundos diferentes". A ideia foi "integrá-los" na sua música, fazer algo de que gostasse, "através da diferença, mesmo que não corresponda", necessariamente, ao que tem feito nos últimos 25, 30 anos.

Nascido em Beirute, a capital libanesa, Maalouf tem a particularidade de tocar um trompete com quatro válvulas um instrumento inventado pelo seu pai na década de 60 do século passado. Não foi amor à primeira vista mas hoje é a sua paixão.

"Tenho a sorte de tocar um instrumento que, hoje, gosto muito. Costumo dizer que não gostava muito do trompete no início, (...) mas aprendi a gostar (...) e, para além disso, o meu foi inventado pelo meu pai, o que é como uma espécie de vetor que me permite tocar todas as músicas de que gosto, essa é uma oportunidade incrível."
Ibrahim Maalouf
Músico

E permite-lhe fazer experiências. O também compositor dizia sentir-se, de facto, um "experimentador": experiências que "às vezes corre bem, às vezes não, é a vida", é sente-se como "um investigador a fazer experiências".

Os concertos desta digressão vão continuar por terras gaulesas até 2023.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jornalistas têm acesso raro a submarino nuclear francês da classe Rubis

Polícia encontra mais de 60 quilos de canábis em casa de autarca francesa

Polícia francesa expulsa dezenas de migrantes de Paris a quase 100 dias dos Jogos Olímpicos