This content is not available in your region

Primeira árabe e africana nas meias finais de Wimbledon

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Ons Jabeur em Wimbledon
Ons Jabeur em Wimbledon   -   Direitos de autor  Alastair Grant/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

Ons Jabeur diz-se preparada para continuar a fazer história e inspirar outros tenistas.

A jogadora tunisina de 27 anos tornou-se na primeira tenista do seu país, bem como a primeira mulher árabe e proveniente do continente africano a chegar às meias-finais de um Grand Slam, no prestigioso torneio de Wimbledon, em Londres, ao derrotar a checa Maria Bouzkova em três sets (3-6, 6-1 e 6-1).

Ons Jabeur, tenista:"Gostaria de inspirar jovens mulheres e homens que sonham em estar aqui um dia, do meu país, do mundo árabe e do continente africano. É um grande prazer para mim e espero estar a enviar uma grande mensagem."

Se já tem o nome inscrito na história do ténis, a jovem tunisina sonha mais alto e tem os olhos postos na próxima etapa, o frente a frente com a grande surpresa desta edição em Wimbledon, a alemã Tatjana Maria, número 103 mundial e uma das grandes amigas de Ons Jabeur fora do "court".